ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ECONOMIA

Desde de 1973

ENECO: 46 anos fazendo história 

São centenas de histórias desde 1972. O primeiro Encontro Nacional DOS Estudantes de Economia aconteceu na querida Salvador, em um Brasil marcado pela ditadura militar. E acreditem, esse encontro passou por forte repressão, mas nada que a força de vontade dos estudantes de todo o país não fosse capaz de superar, resultando em uma união que perdura até hoje.

Nas últimas décadas enfrentamos diversas crises econômicas, instabilidade política, hiperinflação, mudanças de moedas, desastres naturais. Recebemos centenas de convidados de renome nacional e internacional. Milhares de jovens discutiram temas fundamentais para o nosso país e para o mundo neste período.

 

Desde 2016, o ENECO tomou um novo rumo: a mudança de uma preposição, que viria com o objetivo de ressignificar o evento, iniciando um projeto de desconstrução nunca antes visto. Logo, o ENECO passou a ser denominado Encontro Nacional DE Estudantes de Economia.

 

Hoje, o ENECO é considerado o maior e principal evento de estudantes de economia no Brasil. O evento de uma semana é composto por diversas palestras, minicursos, oficinas, grupos de discussões, festas e passeios. A proposta é oferecer aos acadêmicos de todo o país a oportunidade de experimentar os mais diversos ramos da Ciências Econômicas. Junto com toda a experiência oferecida, o encontro ainda estimula a reflexão e a interação entre o universo acadêmico e a comunidade local.  Além disso, promove discussões das mais diversas áreas, fazendo um verdadeiro tour entre os eixos econômicos, educacionais, políticos, sociais, culturais e ambientais.

Relato histórico

No último ano, o Centro Acadêmico Visconde de Cairú da FEA/USP encontrou em seus arquivos um registro histórico – a tese do II Encontro Nacional dos Estudantes de Economia, que ocorreu em 1973. Elaborada por alunos de Economia da UFBA e da FEA-USP, o texto aborda diversos temas entre eles a repressão sofrida pelo movimento estudantil através das leis criadas pelo governo militar, como, por exemplo, o Ato Institucional-5 e a Lei Suplicy Lacerda.

 

Outro aspecto destacado pelo documento trata da tentativa do governo militar de incutir nos estudantes uma “realidade distorcida” sobre o crescimento econômico do país, distanciando-os assim de uma visão crítica do processo. Além disso, buscou-se fazer uma profunda reflexão sobre o mercado de trabalho para o economista e a grade curricular do curso na época, curiosamente, muitos dos problemas diagnosticados persistem até hoje. Para ler a tese na íntegra clique no ícone abaixo:

EDIÇÕES ANTERIORES: 

XLIV ENECO Brasília/DF: "Desafios do Novo Governo: Problemas Estruturais e a Superação das Crises" | UNB, 2018

XLI ENECO Goiânia/GO: "Brasil: Que País será esse?"

XLI ENECO São Paulo/SP: "Crises políticas e econômicas no século XXI" | USP, 2016

XLI ENECO Palmas/TO: "A (des)integração brasileira sob a ótica das peculiaridades regionais: Um olhar sobre as regiões" | UFT, 2015.

XL ENECO Fortaleza/CE: "Economia Brasileira: A política econômica de um governo de frente popular" | UFC, 2014.
XXXIX ENECO Florianópolis/SC: "Nuestro Norte es el Sur: O papel do Brasil na integração latino-americana" | UFSC, 2013.
XXXVIII ENECO Goiânia/GO: "Ordem e Progresso? Reflexões sobre o Desenvolvimento Brasileiro" | UFG, 2012.
XXXVII ENECO Niterói/RJ: "Economia e Sociedade: Ferramentas para um Desenvolvimento Econômico Sustentável e Promoção da Igualdade" | UFF, 2011.
XXXVI ENECO João Pessoa/PB: "Brasil: As estruturas do poder e os movimentos sociais" | UFPB, 2010.

XXXV ENECO Florianópolis/SC: "Integração Latino-Americana em Tempos de Crise" | UFSC, 2009.
XXXIV ENECO Ilhéus/BA: "Caminhos para o Desenvolvimento" | UESC, 2008.
XXXIII ENECO Campinas/SP: "Um Projeto para o Brasil" | Unicamp, 2007.

XXXII ENECO São João Del Rei/MG: "Eleições 2006: E agora Brasil? Política Econômica em Debate" | UFSJ, 2006.
XXXI ENECO São Luís/MA: "11 anos de Plano Real: avaliações e perspectivas" | UFMA, 2005.
XXX ENECO Rio de Janeiro/RJ: "Economia Política ou Política Econômica?" | UFRJ, 2004.

Federação Nacional dos Estudantes de Economia - FENECO

Sede: Av. Prof. Luciano Gualberto, 908 - Butantã, São Paulo - SP, 05508-010

E-mail: direcaoexecutivafeneco@gmail.com

Copyright © 2016 FENECO - All rights reserved.